21 de fevereiro de 2024

Parque das Aves espera receber 110 mil visitantes nas férias de julho com programação especial

Número é 14% maior que ano passado e se equipara ao mesmo período em julho de 2019. O horário de atendimento permanecerá o mesmo, diariamente, das 8h30 às 16h30

Parque das Aves espera receber 110 mil visitantes nas férias de julho com programação especial

Com a chegada do inverno e das férias de julho, o Parque das Aves deve receber 110 mil visitantes este mês, número maior que no mesmo período do ano passado e que já se equipara a julho de 2019. Além disso, o atrativo preparou uma programação especial.

“Estamos há meses nos preparando para as férias de julho, um dos períodos mais movimentados em Foz do Iguaçu e no Parque das Aves. Além de melhorarmos cada vez mais nossos processos para oferecer um atendimento cada vez mais personalizado e encantador aos nossos visitantes, estamos com algumas experiências novas, além de atividades especiais durante o mês de julho. Ou seja, o passeio no Parque das Aves estará ainda mais imperdível!”, comenta Paloma Bosso, diretora técnica do Parque das Aves.

O atrativo acaba de figurar em 7º no mundo, e 2º no Brasil, na lista dos “Pontos Turísticos que mais nos fazem felizes no mundo em 2023”, de acordo com levantamento feito pela Casago, empresa que administra aluguéis de imóveis de férias.

“Nos alegra muito ser reconhecido como um local que traz alegria e felicidade para as pessoas. Estamos sempre buscando maneiras de promover a conexão de nossos visitantes com o meio ambiente, pois isso faz parte de nossa missão, assim como salvar aves da Mata Atlântica, algo que só conseguimos com a ajuda dos visitantes. E essa ajuda só é possível se eles de fato se encantarem com o que vivem aqui”, reforça Paloma.

Novas experiências de observação
Nos últimos meses, os colaboradores do Parque trabalharam para oferecer novas experiências para os visitantes, além das já estabelecidas nos últimos anos.

“Começamos compartilhando horários para que os visitantes pudessem assistir às alimentações das araras, realizadas às 10h30, 14h e 15h30, no Viveiro das Araras. As pessoas gostam muito de poder acompanhar e ficam encantadas de poder apreciar essas majestosas aves tão de perto. Este momento é uma importante oportunidade de interagir com nossa equipe de educadores fazendo perguntas sobre estes animais”, comenta Paloma.

Além das araras, outras oportunidades para observar ainda mais de perto diferentes espécies de aves foram estabelecidas, possibilitando que os visitantes se programem para aproveitar ainda mais a visita, conforme os horários a seguir: acompanhar a alimentação de guarás no Viveiro Árvore da Vida, logo na entrada do Parque, às 9h e 13h; acompanhar a alimentação de espécies variadas no Viveiro Os Pequenos Marrons às 10h e 14h; observar a interação com os papagaios-de-cara-roxa às 11h, no Viveiro Aves de Rios e Manguezais; contemplar os lindos voos dos periquitos durante a alimentação no Viveiro Cecropia, às 9h30, 11h, 14h e 15h30; assistir à alimentação de urutaus e tujus na área Encantos da Noite às 15h; e observar o manejo dos tratadores na alimentação das harpias, a maior ave de rapina em nosso país, todas as segundas, quartas e sextas às 13h30.

“Como proporcionar encantamento e conexão com a natureza é nossa missão, conciliamos essas oportunidades únicas para que nossos visitantes tenham a oportunidade de observar mais de perto as aves sem comprometermos o bem-estar de nossos animais, afinal isso é prioridade no Parque das Aves. Os animais são convidados a se aproximar dos tratadores e educadores durante estes vários momentos do dia para receber um alimento extra e mais palatável, e aqueles que se sentem confortáveis assim o fazem. Nestas ocasiões, as pessoas podem vê-los ainda mais próximos e conhecer sobre seus hábitos alimentares e se encantar com estes animais tão especiais. Temos certeza que essas possibilidades vão aumentar ainda mais o sentimento de felicidade já vivenciado na experiência aqui no Parque das Aves”, explica Paloma.

Atividades para as férias de julho
Aproveitando que as crianças vão estar em férias escolares durante o mês de julho, a área de Educação para Conservação do Parque das Aves preparou guias de espécies que habitam os viveiros de imersão do Parque das Aves, para que toda a família junta procure pelas aves que ali vivem.

“Uma das coisas mais especiais sobre aves, principalmente as da Mata Atlântica, é que elas transitam pela mata, seja no topo das árvores, seja no chão da floresta, às vezes ficando visíveis, e às vezes desaparecendo em meio à vegetação. E não poderia ser diferente com as aves que vivem no Parque das Aves. Então, preparamos guias para que as pessoas procurem pelas espécies nos viveiros de imersão, anotando as que forem encontradas e contando com a ajuda de nossos educadores ambientais em caso de dificuldade. Vai ser um momento de muita diversão para toda a família!”, comenta Tays Izidoro, gerente de Educação do Parque das Aves.

As atividades com os guias acontecerão em diferentes datas no Parque das Aves durante o horário de visitação: Viveiro Os Pequenos Marrons às segundas e quintas (10, 13, 17 e 20 de julho); Viveiro Cecropia às terças e sábados (11, 15, 18 e 22 de julho); Viveiro das Araras às quartas e domingos (12, 16, 19 e 23 de julho); Borboletário às sextas (14 e 21 de julho); e Viveiro Aves de Rios e Manguezais na semana de 24 a 28 de julho (segunda a sexta). Horário de funcionamento da bilheteria e da catraca é das 8h30 às 16h30, porém o passeio pode durar até às 18h após a entrada.