21 de fevereiro de 2024

Turismo de Itaipu cresce 4% em julho em relação ao mesmo período de 2022

Turismo de Itaipu cresce 4% em julho em relação ao mesmo período de 2022

Os atrativos da usina de Itaipu receberam, pela margem brasileira, 59.147 visitantes em julho. O período de férias escolares é um dos mais movimentados, seguido por novembro e dezembro. O crescimento é de 4% na comparação com o mesmo mês do ano passado, quando passaram pela usina 57.561 turistas. O resultado contribuiu para o crescimento de 34% na visitação de janeiro a julho deste ano, em relação ao mesmo período de 2022.

No mês, o passeio mais procurado foi o Itaipu Panorâmica, com 44.654 pessoas; em 2022, foram 43.119. Em segundo lugar, o Itaipu Especial, com 6.738, ante 6.335 no ano passado. Em terceiro lugar, ficou o passeio Itaipu Refúgio Biológico, com 4.663, o único atrativo com número inferior ao de julho de 2022, quando recebeu 5.469 pessoas. Já o Itaipu Iluminada atraiu 3.062 turistas, ante 2.738 no período anterior. Os dados são do Complexo Turístico Itaipu (CTI), que opera o serviço.

Para o gerente-geral do CTI, Yuri Benites, “o crescimento do número de visitantes do turismo Itaipu, se aproximando dos números de pré-pandemia, reforça e consolida um trabalho bem-sucedido e dá base e suporte para as melhorias e investimentos que estão sendo feitos na nova gestão de Itaipu, com foco na ampliação da atratividade do Complexo”.

Jantar prorrogado
Para continuar nesse ritmo de crescimento, o jantar especial “all inclusive”, com entrada, prato principal, bebidas e sobremesa, uma opção para quem participa do passeio Itaipu Iluminada, oferecido em julho, será mantido em agosto. A procura foi tanta que, em alguns casos, as reservas ficaram totalmente esgotadas.

O Itaipu Iluminada acontece às sextas-feiras e sábados, às 19h. Como o nome diz, o passeio permite apreciar, do Mirante Central, a barragem totalmente iluminada e, antes disso, assistir a uma apresentação musical temática, com músicas da fronteira, podendo incluir ou não a opção de jantar.

O passeio com jantar custa R$ 150 para o público em geral e R$ 90 para os moradores dos municípios lindeiros ao reservatório do Lago de Itaipu e vizinhos do Paraguai, como Ciudad del Este, Hernandárias, Minga Guazú e Presidente Franco. As vagas são limitadas. A duração é de quatro horas. Os valores para as crianças também são diferenciados. Até cinco anos, os menores não pagam. Já de 6 a 11 anos, as crianças lindeiras pagam R$ 45 e as não lindeiras, desta faixa-etária, R$ 75,00. É necessário apresentar documentos pessoais e comprovante de residência em nome dos pais.

A programação inclui apresentação musical com Sofia Goulart e Tiago Rossato, além de artistas da região das três fronteiras. O jantar acontece no histórico Restaurante dos Barrageiros, com a participação de ex-operários da usina, que trabalham hoje como guias, contando “causos” da época da construção da barragem.

Gratuidade
Moradores dos municípios lindeiros e vizinhos da fronteira não pagam entrada para o passeio Itaipu Panorâmica, mediante comprovação de moradia e agendamento prévio. No passeio Itaipu Especial, o desconto é de 50%. As reservas devem ser feitas pelo WhatsApp (45) 99131.9119.

Os municípios lindeiros são: Diamante d’Oeste, Entre Rios do Oeste, Foz do Iguaçu, Guaíra, Itaipulândia, Marechal Cândido Rondon, Medianeira, Mercedes, Missal, Pato Bragado, Santa Helena, Santa Terezinha de Itaipu, São José das Palmeiras, São Miguel do Iguaçu, Terra Roxa e Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul. Também estão inclusos os vizinhos do Paraguai: Ciudad del Este, Hernandárias, Minga Guazú e Presidente Franco.

Desde 1977
Ainda no início da fase de obras civis, quando estava sendo escavado o Canal de Desvio do Rio Paraná e iniciadas a construção da barragem lateral e das barragens de terra e de enrocamento, entre outras, a futura usina de Itaipu foi oficialmente aberta à visitação. Mas, no ano anterior, em 15 de abril, houve o primeiro registro histórico de visitantes, quando o canteiro de obras recebeu 27 integrantes do Clube de Engenharia do Rio de Janeiro.

A usina, que se tornaria a maior do mundo por mais de duas décadas, despertava o interesse e a curiosidade de especialistas das mais diversas áreas. De 1977 até o final de 2022, a Itaipu Binacional recebeu 25.083.705 visitantes, englobando turistas de mais de 211 países e/ou territórios.

Em 2007, para contribuir ainda mais com o turismo, atividade fundamental para o desenvolvimento de Foz do Iguaçu, foi criado o Complexo Turístico Itaipu, com atrativos capazes de encantar ainda mais os visitantes, o que se soma à grandiosidade da usina e sua importância para o Brasil e o Paraguai.

O passeio mais procurado pelos turistas, na margem brasileira, é o Itaipu Panorâmica, em que um ônibus com um guia percorre os principais pontos da usina. O visitante também pode optar por conhecer o Refúgio Biológico Bela Vista, que mantém e reproduz espécies de animais em risco de extinção, uma ampla área de reflorestamento, com explicações do que Itaipu desenvolve na área ambiental.
Há também o passeio Itaipu Especial, que inclui não apenas trajetos externos, mas também a visitação à área interna da barragem e casa de máquinas, com acompanhamento de monitores de turismo que contam detalhes da história da construção e da operação da usina.
Já os amantes do ciclismo podem desfrutar da grandiosidade de Itaipu e seus arredores por meio de ciclovias e trilhas, que garantem muita adrenalina e contemplação de paisagens incríveis.

Mais informações sobre passeios e ingressos em www.turismoitaipu.com.br.