25 de fevereiro de 2024

VISAC inicia as aulas das primeiras turmas do Desenvolvendo Condutores

A cerimônia de abertura, nessa segunda-feira (22) contou com a presença do gerente da VISAC, Maurício Borges; da diretora do Sest-Senat de Foz do Iguaçu, Vanderleia Caceres, do coordenador de Desenvolvimento Profissional do SestSenat, Rui Cornelius, também dos instrutores da Autoescola, Solange Nogueira e Elio Nogueira.

VISAC inicia as aulas das primeiras turmas do Desenvolvendo Condutores

A VISAC – Viação Santa Clara em parceria com o SEST/SENAT e Autoescola De Brito deu início às duas primeiras turmas do projeto “Desenvolvendo Condutores”.

O curso terá duração de 40 horas com aulas teóricas e práticas. O objetivo é incentivar e preparar homens e mulheres para serem motoristas profissionais do transporte de pessoas ou de cargas.

A cerimônia de abertura, nessa segunda-feira (22) contou com a presença do gerente da VISAC, Maurício Borges; da diretora do Sest-Senat de Foz do Iguaçu, Vanderleia Caceres, do coordenador de Desenvolvimento Profissional do SestSenat, Rui Cornelius, também dos instrutores da Autoescola, Solange Nogueira e Elio Nogueira.

“Durante o treinamento vocês terão a oportunidade de aprender uma profissão. Sairão daqui aptos para solicitarem a mudança de categoria da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e prontos para atuarem no setor de transporte’, disse Borges.

Segundo Vanderleia, há vagas ociosas para motoristas profissionais, mas todas exigem formação e prática. “Este é um momento para vocês conhecerem as leis e se qualificarem para ingressar no mercado de trabalho”, frisou. E completou: “Aproveitem, esse é um projeto pioneiro. Só temos a agradecer a VISAC por esta iniciativa”.

“Estamos honrados em participar de um projeto social como esse. Vocês sairão prontos para atuar no setor de transporte”, disseram os instrutores da DeBrito.

Quero ser carreteira
Daiane Pereira de 40 anos é uma das alunas do Desenvolvendo Condutores. “Foi minha filha quem me inscreveu. Ela sabe do meu sonho de ser motorista profissional. Quero ser motorista de ônibus”, disse.

Já o objetivo de Elisabete Tavares de 30 anos é ser carreteira. “Esse é o primeiro passo para realizar meu sonho. Depois deste treinamento quero mudar minha CHN para categoria D, mas vou seguir estudando até poder dirigir uma carreta”, afirmou.