18 de abril de 2024

Terremoto em Taiwan pode afetar abastecimento de semicondutores



O maior terremoto que atingiu a ilha da Taiwan desde 1999 pode colocar em risco a cadeia de abastecimento de semicondutores para toda a Ásia.

O alerta é feito por analistas depois que algumas das principais empresas realocaram infraestruturas e empregados. O terremoto de 7,2 na escala de Richter causou, até o momento, nove mortos e mais de 800 feridos.

Taiwan protagoniza papel importante na produção de semicondutores e tem a maior empresa de manufatura de chips que fornece a Apple e Nvidia.

Apesar de a maior parte das empresas não estarem perto do epicentro do sismo, muitas delas evacuaram as pessoas de edifícios sendo que outras fecharam para dar lugar a inspeções.

Muitas empresas garantiram que vão voltar à atividade mas muitas outras têm sofrido graves perturbações e podem ter atrasos, de acordo com analistas.

“Para mitigar os impactos do sismo é preciso medidas de cuidados e tempo para restaurar a produção e manter os padrões de qualidade, o que apresenta obstáculos adicionais”.

Para além dos semicondutores, também equipamentos de litografia ultravioleta interromperam a produção entre 8h a 15h. Os analistas da Barclays explicaram também que alguns semicondutores precisam estar em um estado de vácuo de forma permanente durante semanas e este processo pode sofrer com o terremoto.

Os acontecimentos de terça-feira podem levar, a curto prazo, a um período turbulento para produtores de tecnologia focados em países que importam estas tecnologias como o Japão, Coreia do Sul, Vietnã e China. Com um estoques menores, as empresas poderão vir a subir a preços.