25 de fevereiro de 2024

Saúde é o setor com maior número de queixas nos requerimentos dos vereadores de Foz

Esclarecimentos acerca da mobilidade urbana, educação e meio ambiente também estão entre requerimentos de junho

Saúde é o setor com maior número de queixas nos requerimentos dos vereadores de Foz

Em junho os vereadores de Foz do Iguaçu apresentaram e aprovaram 62 requerimentos. O setor de saúde lidera o ranking com maior número de reclamações da população, com 10 questionamentos ao Poder Executivo. São pedidos oficiais de esclarecimentos e reivindicações diante de diversos problemas no setor apontados pela comunidade. Os vereadores recebem as reclamações e acionam a prefeitura por meio de requerimentos cobrando soluções.

“Quando se tem um número elevado de requerimentos, isso reflete o pedido de socorro da população. Como vereadores temos a responsabilidade e o dever de apontar esses problemas e cobrar soluções do Poder Executivo. Além dos requerimentos temos uma quantidade bem mais elevada de indicações (211 em junho) em que apresentamos sugestões e pedidos ao prefeito. Além da cobrança, estamos indo nestes locais para verificar os casos reclamados”, disse o presidente da Câmara, João Morales (União Brasil).

Com 9 casos, a mobilidade urbana (incluindo transporte coletivo) é o segundo tema que mais incomoda a população usuária. Na sequência estão os assuntos relacionados ao meio ambiente 8; educação 5; pavimentação asfáltica 3; turismo 2; assistência social 2; e esportes 1. Assuntos diversos somam 21, além de 3 requerimentos para realização de audiências públicas.

SAÚDE

Dentre as queixas da saúde estão as crescentes filas de espera e processos de agendamento para diversas cirurgias e tratamentos. Há reclamações também sobre a mudança de protocolo em que para simplesmente agendar uma consulta rotineira nas unidades básicas o paciente precisa passar pela enfermagem, onde geralmente só há um profissional para atender as demandas de agendamentos e as consultas do dia. Quando há outras enfermeiras são para vacinas e outros procedimentos. Essa mudança no sistema de agendamento vem gerando acúmulo de pessoas e transtornos nas unidades de saúde, pois o profissional de enfermagem já é sobrecarregado.

Na questão das especialidades, o vereador Marcio Rosa (PSD) solicitou à Prefeitura esclarecimentos sobre ortopedia, quimioterapias e oftalmologia em razão da fila de espera (especialmente ortopedia e oftalmologia). O vereador Adnan El Sayed (PSD) requereu providências para o retorno regular dos atendimentos do programa Saúde da Família nas unidades básicas de saúde. Cabo Cassol (Podemos) questionou investimentos na aquisição de medicamentos e serviços terapêuticos, denunciando que houve uma queda de 32% de um ano para outro.

Já o vereador Galhardo (Republicanos) solicitou esclarecimentos sobre o histórico de atendimentos realizados por um médico a fim de sanar dúvidas. Também cobrou providências da prefeitura, após receber reclamações sobre a má qualidade das fraldas descartáveis distribuídas pelo município. João Morales (União Brasil) cobrou contratação de médicos para a Unidade Básica de Saúde da Vila C.

EDUCAÇÃO

Buscando promover a inclusão, o vereador Galhardo apresentou requerimento à prefeitura sobre disponibilidade de banheiros adaptados para pessoas com deficiência em escolas e CMEIs do município. Kalito Stoeckl ações para a inclusão de alunos com transtornos mentais nas escolas CMEIs. Já o vereador Marcio Rosa apresentou requerimentos cobrando a prefeitura sobre as obras de construção da Escola Frederico Engel (Jardim Copacaba), que ainda não foram iniciadas; bem como o andamento da obra de reforma da Escola Benedicto João Cordeiro (Jardim Tarobá). E o vereador Cabo Cassol requereu do Poder Executivo informações sobre as obras na Escola Carlos Gomes (Campos do Iguaçu).

MOBILIDADE URBANA E OBRAS

Atendendo a função de legisladores, os parlamentares Adnan El Sayed (PSD), Cabo Cassol (Podemos), Kalito Stoeckl (PSD) e Ney Patrício pautaram demandas acerca do transporte público, Estarfi, obras da Arena Multiuso, da Perimetral Leste e da avenida das Cataratas, além de cobrar por melhorias e revitalizações estruturais em algumas regiões.

MEIO AMBIENTE

Com cinco requerimentos encaminhados, a vereadora Yasmin Hachem (MDB) solicitou quais ações estão sendo tomadas em prol do meio ambiente, a partir da Política Municipal de Educação Ambiental – PMEA; do Programa “Reinventando Foz”; do Plano Municipal de Gestão Integrada de Recursos Hídricos – PMGIRH e do Plano Municipal de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica.

PRESTAÇÃO DE CONTAS

Para cobrar esclarecimentos com os gastos na cidade, após o encerramento da Fartal 2023 o vereador Galhardo (Republicanos) solicitou informações do Executivo sobre os custos gerais do evento, por meio de relatórios, planilhas e cópias contratuais dos shows, infraestrutura e serviços de segurança.

DEMAIS REQUERIMENTOS

A Casa de Leis também enviou diversos requerimentos que versam sobre a trabalho de diretorias e entidades. Cobranças sobre saneamento básico também foram levantadas pelo presidente João Morales (União Brasil) e o 2° vice-presidente Marcio Rosa (PSD), que cobraram abastecimento de água e ligação de rede de esgoto do bairro Panorama e jardim Alvorada