16 de julho de 2024

Satélite russo se divide em detritos no espaço



Um satélite russo se dividiu em mais de 100 pedaços de detritos em órbita durante a noite, forçando os astronautas da Estação Espacial Internacional a se abrigarem, informaram agências espaciais dos Estados Unidos (EUA).

Não havia detalhes imediatos sobre o que causou a quebra do satélite russo de observação da Terra RESURS-P1, que foi desativado em 2022.

O incidente ocorreu em órbita próxima à Estação Espacial Internacional, fazendo com que os astronautas norte-americanos a bordo se abrigassem em sua espaçonave por cerca de uma hora, disse o escritório da Estação Espacial da Nasa.

Os radares dos EUA detectaram o satélite liberando uma nuvem de detritos na órbita baixa da Terra na noite dessa quarta-feira e na madrugada de hoje, informou a empresa de rastreamento espacial LeoLabs.

O Comando Espacial dos EUA disse que o satélite criou imediatamente “mais de 100 pedaços de detritos rastreáveis”.

“O USSPACECOM não observou ameaça imediata e continua a fazer avaliações conjuntas de rotina para apoiar a segurança e a sustentabilidade do domínio espacial”, acrescentou o Comando Espacial em comunicado.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.