16 de junho de 2024

Reabertura de trilhas e ações de sensibilização ambiental no Parque Nacional do Iguaçu marcam Semana do Meio Ambiente

Urbia Cataratas e ICMBio se unem para promover ações para visitantes e comunidade de 3 a 9 de junho

A Urbia Cataratas, responsável pela gestão da visitação pública do Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as Cataratas do Iguaçu, investe em várias frentes para que todo o ecossistema natural – de grande relevância ecológica e beleza cênica – seja protegido em todas as esferas, possibilitando a realização de pesquisas científicas e o desenvolvimento de atividades de educação e interpretação ambiental, de recreação em contato com a natureza e de turismo ecológico. E, para reforçar esse compromisso constante, a concessionária realiza ações em parceria com o ICMBio e o Projeto Onças do Iguaçu para comunidade e visitantes durante a Semana do Meio Ambiente, de 03 a 09 de junho.

“A Urbia Cataratas tem a sustentabilidade como um dos pilares da sua governança. As atividades desenvolvidas aqui são avaliadas e planejadas, buscando alternativas que minimizem os impactos negativos e potencializem os impactos positivos”, afirma Munir Calaça, CEO da Urbia Cataratas. “Neste ano, faremos ações em três polos que compõem o Parque Nacional do Iguaçu, sendo nas cidades de: Foz do Iguaçu, Céu Azul e Capanema, justamente para reforçar a importância de cada polo.”

A Semana do Meio Ambiente também será marcada pela reabertura dos caminhos Poço Preto e Bananeiras, no polo Cataratas, em Foz do Iguaçu, no dia 5 de junho, data em que se celebra o Dia Mundial do Meio Ambiente. Já entre os dias 3 e 7 de junho, os polos Cataratas e Rio Azul abrem suas portas para instituições de ensino, previamente agendadas, tanto locais quanto de outros Estados como: Goiás e Mato Grosso do Sul.

“Envolver a comunidade acadêmica é essencial para a preservação dos biomas – não só o nosso. Entendemos que, ao receber alunos e professores para visitas guiadas e palestras, estamos contribuindo para a conscientização ambiental, proporcionando experiências únicas para as futuras gerações”, destaca o CEO da Urbia Cataratas. Somente em 2023 foram atendidas 534 escolas, com um total de 23.890 isenções para alunos e professores da rede pública de ensino, para o desenvolvimento de atividades de Educação Ambiental no Parque Nacional do Iguaçu.

A comunidade também poderá aproveitar uma programação especial no sábado, 8 de junho, no polo Rio Azul, na cidade de Céu Azul, que será o palco de uma celebração especial com atividades recreativas, espetáculos teatrais e oficinas de pintura, além de visita a trilhas no Parque. E no final de semana, em Capanema, serão realizados plantios de mudas nos balneários KAU e Terra Iguassu, além de passeios de barco e visitas monitoradas na Trilha da Taquara, que será reinaugurada no domingo (9).

Biodiversidade
Apoiado pela Urbia Cataratas e com repasse da porcentagem de produtos vendidos nas lojas do parque, o Projeto Onças do Iguaçu, iniciativa do Parque Nacional do Iguaçu dedicada à conservação da onça-pintada, ganha ainda mais voz nas ações para reforçar a importância em relação à proteção da biodiversidade local, principalmente as onças. Com sede em Foz do Iguaçu, dentro do Parque Nacional do Iguaçu, o projeto atua em 10 municípios lindeiros ao parque: São Miguel do Iguaçu, Foz do Iguaçu, Santa Terezinha de Itaipu, Serranópolis do Iguaçu, Céu Azul, Matelândia, Capitão Leônidas Marques, Capanema, Santa Tereza do Oeste, e Lindoeste, e trabalha com pesquisa e conservação com o objetivo de traçar um panorama da situação da espécie no contínuo da Mata Atlântica.

“Além das onças, também é realizado o manejo de quatis com o objetivo de melhorar a saúde dos animais e reduzir o risco de incidentes com os visitantes e funcionários do Parque Nacional do Iguaçu. Outra ação para reduzir o risco de atropelamentos da fauna local é o controle de velocidade dos veículos que transitam no Parque”, afirma Munir.

Outras ações do Parque
O Parque Nacional de Iguaçu possui duas estações de tratamento de efluentes, garantindo que todo efluente gerado passe por correto tratamento, mantendo os padrões de qualidade. Parte dos efluentes tratados, passam por uma Central de Reuso de Água para que possam ser reutilizados nas descargas dos banheiros, reduzindo consumo de água e geração de efluentes.

“A Urbia Cataratas também realiza atividades de limpeza do Rio Iguaçu e educação ambiental com os visitantes e funcionários. Ou seja, para que as próximas gerações possam conhecer toda a beleza da natureza do nosso país – incluindo o Parque Nacional do Iguaçu, que abriga as Cataratas – Patrimônio Mundial Natural, é fundamental que todos nós façamos a nossa parte de cuidar, preservar e conscientizar”, afirma Munir Calaça, CEO da Urbia Cataratas.

Em 2023, a Urbia Cataratas reciclou mais de 63 toneladas de resíduos sólidos gerados na visitação do Parque, e as emissões de Carbono referente a operação do Parque e apoio à visitação foram neutralizadas através da Compra de Créditos de Carbono, contribuindo com a redução dos impactos das mudanças climáticas.

Mais informações
contato@catarataspni.com.br
www.cataratasdoiguacu.com.br
www.icmbio.gov.br/parnaiguacu/
instagram.com/cataratasdoiguacu/
instagram.com/parquenacionaldoiguacu/