19 de julho de 2024

Polícia conclui inquérito sobre morte de tesoureiro do PT 

Crime na fronteira

O crime ocorreu na cidade paranaense de Foz do Iguaçu no último fim de semana. Guaranho invadiu o local e atirou em Arruda que foi atingido, mas conseguiu reagir. O policial apoiador do presidente Jair Bolsonaro está internado em estado grave e teve a prisão preventiva decretada.

De acordo com a Polícia Civil, 17 pessoas foram ouvidas nas investigações, inclusive testemunhas que estavam no local do crime e familiares dos dois envolvidos. Câmeras de segurança também foram examinadas.

A Polícia Civil vai dar mais informações sobre o caso nesta sexta-feira (15), em coletiva de imprensa convocada pela corporação.