21 de fevereiro de 2024

Poder Público e comunidade árabe recebem família iguaçuense resgatada na Cisjordânia

Poder Público e comunidade árabe recebem família iguaçuense resgatada na Cisjordânia

Membros da comunidade árabe de Foz do Iguaçu e representantes do Poder Público Municipal receberam, na noite de ontem (02), a família de iguaçuenses que foi resgatada na Cisjordânia pelo governo brasileiro.

A recepção, no Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu, contou com a participação do secretário de Transparência e Governança, Nilton Bobato – que representou o prefeito Chico Brasileiro; do líder religioso do Centro Beneficente Islâmico, Sheikh Oussama El Zaher; do Sheikh Mohamad Khalil, da Sociedade Beneficente Islâmica de Foz do Iguaçu, do diretor de Assuntos Internacionais do município, Jihad Ahmad Abu Ali, além de membros da comunidade palestina.

A família do comerciante Amer Aziz chegou a Foz do Iguaçu por volta das 23h30 desta quinta-feira. Ele, a esposa, os filhos e os pais (oito pessoas ao todo) estavam em férias quanto a guerra entre israelenses e palestinos foi retomada. Inicialmente, eles tentaram retornar nos primeiros aviões enviados pelo governo brasileiro para Israel. Como não foi possível, permaneceu na Cisjordânia à espera do resgate. O avião da Força Aérea Brasileira resgatou o grupo na quarta-feira (01), junto com outros 24 brasileiros.

“O município de Foz do Iguaçu se solidariza com a família de iguaçuenses, de origem palestina, neste momento tão grave da história de resistência daquele povo e se junta aos pedidos de paz no mundo, que seja cessado o verdadeiro genocídio que se pratica em Gaza hoje”, disse Nilton Bobato.

Amer Aziz é comerciante na Vila Portes em Foz do Iguaçu. A família vive na cidade há mais de 40 anos.

Paz na Palestina

No dia 22 de outubro, a comunidade árabe de Foz do Iguaçu e entidades sociais realizaram uma manifestação pedindo paz no Oriente Médio e ajuda à Palestina. A ação, que reuniu milhares de pessoas na Praça da Paz, pediu o fim dos conflitos, que iniciaram em 7 de outubro e já mataram mais de 9 mil palestinos na Faixa de Gaza.

Uma nova manifestação, denominada “Ato Mundial pela Paz e Autonomia da Palestina” acontece neste sábado (04), às 17 horas, na Praça da Paz em Foz do Iguaçu O ato é organizado por movimentos sociais, populares, partidos, sindicatos e diversas entidades da sociedade civil.

 

(Com informações: H2Foz)