19 de julho de 2024

Perigo nas estradas: PRF flagra caminhões sem as condições mínimas de circulação no Paraná

Um dos principais itens de segurança, os pneus, é desprezado pelos motoristas

au estado de conservação, equipamentos obrigatórios inexistentes ou até mesmo inoperantes são constatados pela fiscalização diária da PRF nas rodovias federais do Paraná.

Nos casos mais graves, pneus sem condições somam-se ao freio “isolado”, tornando sem eficácia o sistema de freios, construído com apenas uma finalidade: parar um veículo com grande massa. Em casos de acidentes, esse veículo potencializa a gravidade, podendo até matar.

Nos três flagrantes abaixo, é possível perceber as condições de alguns caminhões que circulam pelas rodovias federais do estado. Alguns são necessária a troca de 100% dos pneus; outros devem realizar a manutenção em todo o sistema de freios. Estes veículos só são liberados quando todas as irregularidades são resolvidas e alguns chegam a ficar dias parados no pátio.

Como causa “defeito mecânico”, em 2024 foram registrados 177 acidentes, com 100 pessoas feridas e cinco mortes.

Ainda em 2024, foram realizadas 10.620 multas por equipamento obrigatório em desacordo com a legislação, ineficiente ou inoperante, em mau estado de conservação e sem o equipamento obrigatório, nas rodovias federais do Paraná.

Em 2024, a Operação Serra Segura comemora 10 anos e nessa década, durante as fiscalizações realizadas, 25% dos caminhões vistoriados ficaram retidos por algumas dessas irregularidades, ou seja, foram impedidos de continuar a viagem.