22 de maio de 2024

Paraná enviará alimentos, colchões e 144 mil copos de água da Sanepar ao Rio Grande do Sul

Paraná enviará alimentos, colchões e 144 mil copos de água da Sanepar ao Rio Grande do Sul

Em uma ação conjunta entre diferentes órgãos do Estado, o Paraná vai enviar alimentos, colchões, kits dormitório e copos d’água para reforçar o auxílio às vítimas das chuvas no Rio Grande do Sul. A Sanepar doará 3 mil caixas, com 144 mil copos d’água potável para o consumo da população. Já a Ceasa/PR está de prontidão para enviar seis toneladas de comida. Uma força-tarefa do Corpo de Bombeiros paranaense partiu na quarta-feira (1º) e atua nos resgastes.

Na segunda-feira (6), quatro caminhões-baú da Coordenaria Estadual da Defesa Civil do Paraná irão para o estado gaúcho com colchões e kits dormitório (composto por cobertor, travesseiro, lençol e fronha) para atender as pessoas desabrigadas. Já o envio dos alimentos e copos d’água será organizado junto com a Ceasa/PR e com a Sanepar para serem encaminhados ainda no início da semana.  

O Paraná também está reforçando a campanha SOS RS. A primeira-dama Luciana Saito Massa fez, no fim da tarde de sexta-feira (3), uma reunião virtual com mais de 250 prefeitos, vice-prefeitos, primeiras-damas e coordenadores da Defesa Civil de municípios paranaenses para reforçar o pedido de ajuda.

Até a próxima quarta-feira (8), podem ser doados alimentos não perecíveis, água, produtos de higiene e limpeza, bem como colchões, colchonetes e cobertas. As doações podem entregues pela população em qualquer quartel do Corpo de Bombeiros Militar do Paraná no Estado.

Aliviando a sede na pandemia: água envasada pela Sanepar chega aos profissionais de saúde – Curitiba, 26/04/2021 – Foto: André Thiago/Sanepar

RESGATES – Na quarta-feira (1), assim que se intensificaram os eventos climáticos, o governador Carlos Massa Ratinho Junior determinou o envio de 32 bombeiros militares, além de equipamentos e viaturas, para auxiliar o Corpo de Bombeiros do Rio Grande do Sul no auxílio às vítimas. Os profissionais estão atuando em diversas missões, especialmente no resgate a pessoas ilhadas com o auxílio de um helicóptero do Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas (BMPOA), que também foi deslocado para a região.

A força-tarefa do Paraná paranaense resgatou mais de 140 pessoas nesta sexta-feira, além de dezenas de animais domésticos. As vítimas estavam aguardando ajuda em suas casas nas cidades de São Leopoldo, Novo Hamburgo e Triunfo, município que estava ilhado e de difícil acesso pelas equipes por causa das enchentes e alagamentos. Até o início da sexta-feira, cerca 150 pessoas já tinham sido resgatadas pelos bombeiros e policiais militares paranaenses.

No final da tarde de sexta, as equipes se deslocaram para Porto Alegre para reforçar o atendimento imediato durante à noite e a madrugada, pois a situação evoluiu bastante na capital gaúcha, com o aumento do nível do Rio Guaíba.