29 de fevereiro de 2024

Operação “Fronteiras e Divisas Integradas II” resulta em expressivas apreensões e prisões pela Polícia Militar

A operação “Fronteiras e Divisas Integradas II” reforça a necessidade de uma atuação conjunta e estratégica no enfrentamento ao crime, especialmente quando se trata do tráfico de drogas e armas. As ações coordenadas entre os estados envolvidos resultaram em apreensões expressivas e prisões de indivíduos envolvidos nessas atividades ilícitas. A sociedade pode contar com o comprometimento das forças de segurança na proteção e na preservação da tranquilidade em nossas fronteiras e divisas.

Operação "Fronteiras e Divisas Integradas II" resulta em expressivas apreensões e prisões pela Polícia Militar

A operação “Fronteiras e Divisas Integradas II”, realizada entre os dias 20 e 23 de julho deste ano, contou com a participação da SULMaSSP (Cooperativa Técnica entre as Forças de Segurança Estaduais dos estados do Paraná, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul e Santa Catarina), alcançando resultados impressionantes no combate ao crime organizado e tráfico de drogas.

O lançamento da operação ocorreu em Santos, São Paulo, e contou com a presença de equipes especializadas da Polícia Militar do Paraná, como o Batalhão de Polícia de RONE (Rondas Ostensivas de Natureza Especial), o Batalhão e Polícia Ambiental (BPAmb) o Batalhão de Operações Aéreas (BPMOA) o Batalhão de Polícia de Fronteira (BPfron), além das unidades de área espalhadas no estado do Paraná. A integração entre as forças de segurança estaduais foi fundamental para o sucesso da ação, que teve como objetivo principal coibir a entrada de drogas e armas pelas fronteiras e divisas dos estados participantes.

O resultado da operação foi extremamente significativo, com mais de 13 mil pessoas abordadas pelas equipes durante os quatro dias de ação. Ao todo, foram realizadas 46 prisões, desarticulando organizações criminosas e capturando indivíduos envolvidos em atividades ilícitas. Além disso, foram apreendidos mais de 5 mil quilos de drogas e 86 armas, contribuindo significativamente para a redução do tráfico e do armamento ilegal na região.

O comandante-geral da Polícia Militar do Paraná, Coronel Jefferson Silva, ressaltou a importância dessa operação integrada para o enfrentamento do crime. “A união entre as forças de segurança estaduais é fundamental para combatermos o tráfico de drogas e as organizações criminosas que atuam em nossas fronteiras. A operação ‘Fronteiras e Divisas Integradas II’ demonstra o compromisso das polícias em garantir a segurança da população e fortalecer a ordem pública”.

A operação “Fronteiras e Divisas Integradas II” reforça a necessidade de uma atuação conjunta e estratégica no enfrentamento ao crime, especialmente quando se trata do tráfico de drogas e armas. As ações coordenadas entre os estados envolvidos resultaram em apreensões expressivas e prisões de indivíduos envolvidos nessas atividades ilícitas. A sociedade pode contar com o comprometimento das forças de segurança na proteção e na preservação da tranquilidade em nossas fronteiras e divisas.

Comunicação Social da PMPR.