25 de fevereiro de 2024

Obras no Aeroporto de Foz do Iguaçu suspenderão as atividades no terminal de cargas

Obras no Aeroporto de Foz do Iguaçu suspenderão as atividades no terminal de cargas

A administração do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu (IGU) informa que as atividades do terminal de cargas estarão suspensas temporariamente a partir do dia 1º de outubro de 2023, ainda por tempo indeterminado. A suspensão é necessária para a execução das obras de melhoria da estrutura do aeroporto, anunciadas na última terça-feira (19).

De acordo com a CCR Aeroportos, empresa responsável pela administração do aeródromo, a decisão foi tomada com foco na segurança e bem-estar de toda a comunidade aeroportuária e com o objetivo de acelerar o progresso das expansões e renovações previstas.

Empresas e parceiros comerciais com interesse direto nestas atividades já foram comunicados da suspensão pela concessionária. Entretanto, a administração do Aeroporto de Foz do Iguaçu permanece comprometida em fornecer todo o suporte necessário e responder as perguntas relacionadas ao assunto. Os interessados podem entrar em contato pelo e-mail comercial.cargas@grupoccr.com.br para obter informações adicionais ou assistência.

Sobre as obras

A CCR Aeroportos detalhou à sociedade paranaense os planos de reforma e expansão do Aeroporto Internacional de Foz do Iguaçu (IGU) na última terça-feira (19).

As intervenções estruturais previstas são as seguintes:

– Adequação de RESAs (áreas de escape na pista) à legislação vigente

– Três novos pátios de aeronaves com capacidade para 13 posições C, divididas em 6, 3 e 4 posições por pátio
– Reforma e ampliação do Terminal de Passageiros com novos conectores para acesso às pontes de embarque
– Relocação de interferências
– Construção de Terminais de Cargas

A obra tem o objetivo de aumentar a segurança operacional, otimizar a capacidade de atendimento de aeronaves e proporcionar um ambiente mais confortável e moderno para os passageiros.

O investimento total para essas obras está estimado em R$ 270 milhões. Além disso, esse projeto contribuirá significativamente para a economia local, gerando cerca de 250 empregos diretos durante a fase de construção.

Sobre a CCR Aeroportos

A CCR Aeroportos é uma divisão de negócios do Grupo CCR que opera 20 aeroportos no mundo, firmando sua presença em quatro países e nove estados brasileiros. Com a recente expansão a empresa se consolidou como uma das maiores operadoras em número de aeroportos no Brasil. Ao todo administra 17 aeroportos brasileiros: São Luís e Imperatriz, no Maranhão; Palmas, no Tocantins; Teresina, no Piauí; Petrolina, em Pernambuco; Goiânia, em Goiás; o Aeroporto Internacional de Belo Horizonte, por meio da BH Airport, e o Aeroporto da Pampulha, em Minas Gerais; Curitiba, Bacacheri, Londrina e Foz do Iguaçu, no Paraná; Navegantes e Joinville, em Santa Catarina; e Pelotas, Uruguaiana e Bagé, no Rio Grande do Sul. No exterior, a empresa opera os aeroportos de Juan Santamaria (Costa Rica), Quito (Equador) e Curaçao (Antilhas Holandesas). Em todas estas operações, a CCR Aeroportos movimenta cerca de 42 milhões de passageiros por ano.