21 de fevereiro de 2024

Nova morte confirmada eleva para 22 vidas perdidas por dengue em Foz do Iguaçu

Vítima é uma mulher que foi atendida no Hospital Municipal.

Nova morte confirmada eleva para 22 vidas perdidas por dengue em Foz do Iguaçu

A prefeitura confirmou, nesta segunda-feira, 24, mais uma morte por dengue em Foz do Iguaçu. Agora são 22 vidas perdidas para a doença no ano epidemiológico 2022-2023, aberto no mês de agosto.

A gestão, por meio da Vigilância Epidemiológica, informou que a vítima é uma mulher de 74 anos. Ela foi atendida no Hospital Municipal Padre Germano Lauck e morreu em 15 de maio.

A investigação para confirmar a causa do óbito se deu em conjunto com a Secretaria de Estado da Saúde. Também ocorreu a análise de resultados de exames encaminhados ao Laboratório Central do Estado (Lacen).

Somente em 2023 são 21 mortes por dengue em Foz do Iguaçu, de fevereiro a junho. No período epidemiológico, o primeiro falecimento ocorreu em setembro do ano passado.

Epidemia

Desde fevereiro, a cidade está sob condição de epidemia para a arbovirose transmitida pelo Aedes aegypti. No mês seguinte, a administração decretou situação de emergência.

A alta infestação resultou em superlotação de unidades de saúde e hospitais. Os profissionais de saúde foram submetidos a jornadas extenuantes, devido ao número de casos de dengue.

 

Texto: Paulo Bogler / Foto: Marcos Labanca – H2Foz