29 de fevereiro de 2024

IAT emite licença ambiental para construção do aquário marinho de Foz do Iguaçu

IAT emite licença ambiental para construção do aquário marinho de Foz do Iguaçu

O AquaFoz será construído em uma área particular, de 23 mil metros quadrados, na entrada do Parque Nacional do Iguaçu, ao lado do Centro de Visitantes, na BR-469. O investimento é de carca de R$ 100 milhões

Instituto Água e Terra (IAT) concluiu nesta semana o processo de emissão da Licença de Instalação do AquaFoz, o aquário marinho de Foz do Iguaçu, na região Oeste. O documento tem validade de seis anos e permite ao Grupo Cataratas, responsável pela construção e gestão do empreendimento, dar início às obras e, na sequência, começar as atividades comerciais.

O AquaFoz será construído em uma área particular, de 23 mil metros quadrados, na entrada do Parque Nacional do Iguaçu, ao lado do Centro de Visitantes, na BR-469. Receberá um aporte de cerca de R$ 100 milhões, em um investimento exclusivamente privado, com estimativa de geração de 250 a 300 empregos diretos. A previsão de conclusão da obra é de 24 meses.

Além da questão turística, o complexo nasce como um centro de conservação da biodiversidade, apoiado no tripé educação, pesquisa e preservação. O objetivo é conduzir estudos sobre ecologia alimentar e reprodutiva, distribuição geográfica, conservação e coibição de espécies exóticas, entre outros temas ligados ao meio ambiente. Contará com diversos tanques com espécies de água doce e de ecossistemas marinhos que somam um volume total de aproximadamente 3,5 milhões de litros de água.

Permitirá ao visitante conhecer por meio de uma experiência imersiva e educativa dois dos principais rios paranaenses, o Paraná e o Iguaçu, e ainda conhecer as espécies de peixes de água doce de diversos ecossistemas, formados ao longo desses rios.

“Esse é um bom exemplo do desenvolvimento sustentável que queremos para o Paraná. Um projeto que vai gerar emprego e renda, mas cuidando do meio ambiente. Foz ganha também um importante centro de pesquisa da fauna marinha”, destacou o diretor-presidente do IAT, Everton Souza.

TURISMO – O Aquafoz vai enriquecer a oferta turística em Foz do Iguaçu, um dos mais importantes destinos do Brasil. A cidade conhecida mundialmente pelas Cataratas do Iguaçu, dentro do Parque Nacional, conta ainda com atrativos como a Usina de Itaipu, Marco das Três Fronteiras (com uma das maiores rodas gigantes do País), Parque das Aves e Macuco Safári, além de estar localizada na fronteira com Argentina e Paraguai. Em 2022, segundo estimativa dos sindicatos locais, o município recebeu mais de 2 milhões de turistas.

INFRAESTRUTURA – O Governo do Estado, em parceria com a Itaipu Binacional, está investindo também na ampliação e melhoria da infraestrutura da cidade. Entre as intervenções urbanas, destaque para segunda ponte com o Paraguai, a Ponte da Integração, e a perimetral com a BR-277; a duplicação da Rodovia das Cataratas, na entrada do Parque Nacional do Iguaçu; a ampliação da pista do Aeroporto Internacional; e a urbanização da Ocupação Bubas, uma das maiores da América Latina.

GRUPO CATARATAS – O Grupo Cataratas é uma empresa de turismo sustentável, com cerca de 5 milhões de visitantes anuais. Iniciou sua operação em 1999, em Foz do Iguaçu, com gestão do Parque Nacional do Iguaçu, no lado brasileiro das Cataratas. Também opera a concessionária EcoNoronha, no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, o Marco das Três Fronteiras, em Foz do Iguaçu, a Paineiras Corcovado (vans oficiais que fazem o transporte até o Alto Corcovado no Parque Nacional da Tijuca, no Rio), o Aquário do Rio de Janeiro e o BioParque do Rio.

AEN / Foto: AquaFoz