23 de julho de 2024

Furacão Beryl avança em direção ao Caribe



O furacão Beryl atravessou o Oceano Atlântico em direção às Ilhas Windward, no Caribe, como tempestade “extremamente perigosa” nesta segunda-feira (1º), ameaçando devastar comunidades com enchentes, tempestades e ventos fortes que ameaçam a vida, segundo as autoridades.

Os moradores fecharam lojas, estocaram alimentos e abasteceram seus carros com gasolina à medida que a tempestade se aproximava. O primeiro-ministro de São Vicente e Granadinas, Ralph Gonsalves, disse que estava prevendo um desastre natural que poderia continuar por dias.

O início da temporada de furacões no Atlântico este ano é excepcionalmente feroz – foi a tempestade de categoria 4 mais precoce já registrada, de acordo com dados do Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC) nesse domingo.

O Beryl enfraqueceu no início do dia de hoje para a categoria 3 e depois aumentou novamente para 4 em uma escala de cinco pontos, com ventos máximos sustentados superiores a 193 quilômetros por hora, com algumas rajadas mais altas, cerca de 180 km a sudeste de Barbados, informou o NHC.

É provável que traga ventos catastróficos e uma onda de tempestade no início desta terça-feira nas ilhas Windward.

“O Beryl deve continuar sendo extremamente perigoso à medida que seu núcleo se desloca pelas Ilhas Windward em direção ao leste do Caribe”, alertou o centro.

Os alertas de furacão estavam em vigor para Barbados, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas, Granada e Tobago. Um alerta de tempestade tropical foi emitido para Martinica e Trinidad, com alertas de tempestade para partes da República Dominicana e do Haiti.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.