25 de fevereiro de 2024

Fronteira terá segurança reforçada durante a Black Friday

Fronteira terá segurança reforçada durante a Black Friday

A Black Friday de Ciudad del Este contribui para impulsionar o turismo nas cidades da região trinacional da Argentina, Brasil e Paraguai. Neste ano, a promoção de importados será de 15 a 18 de novembro, com previsão de receber mais de 200 mil visitantes, projetando ser a maior das 12 edições.

A segurança será reforçada durante o evento, que coincide com feriado prolongado brasileiro, a fim de assegurar a tranquilidade dos visitantes da fronteira. As medidas foram detalhadas em reunião segunda-feira, 30, chamada pelo Codetri (Conselho de Desenvolvimento da Região Trinacional do Iguassu) e Câmara de Comércio e Serviços de Ciudad del Este.

Participaram representantes de instituições de segurança pública, empresários e dirigentes da sociedade civil. No lado brasileiro, as ações irão prevenir ocorrências no fluxo de trânsito no trecho de acesso à Ponte Internacional da Amizade. No país vizinho, vão combater a atuação de golpistas e falsos “guias de compras”.

“É papel do conselho reunir os representantes das instituições e debater soluções para problemas e desafios da região trinacional”, enfatizou o presidente do Codetri, Roni Temp. “Além das ações de policiamento, temos a informação como uma das principais armas e vamos utilizá-la para orientar e informar os visitantes”, completou.

Igualmente, o presidente da Câmara de Comércio e Serviços de Ciudad del Este, Said Taigen, destacou que ambas as cidades se completam, enfatizando a importância da segurança durante a Black Friday. “O que necessitamos é cooperar entre autoridades dos dois lados, para oferecermos segurança completa aos nossos visitantes que virão às nossas cidades-irmãs”, defendeu.

Para o visitante que pretender ir às compras em Ciudad del Este, na Black Friday ou em qualquer período, a principal orientação é que não existe “guia de compras” no Paraguai. “Não importa o crachá ou o colete que estejam usando. Não se deixe enganar”, reforçou a Câmara de Comércio e Serviços.

Segurança reforçada

O delegado de Polícia Federal Fabiano Bordignon, coordenador da Câmara Técnica de Segurança do Codefoz (Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social), órgão que integra o Codetri, detalhou as iniciativas de segurança em Foz do Iguaçu. Ele explicou que será reforçado o sistema que vem sendo adotado desde agosto, com excelentes resultados.

“Durante o evento, será fortalecido o policiamento ostensivo na área de acesso à Ponte da Amizade, realizado pelas polícias Rodoviária Federal e Militar e pela Guarda Municipal”, expôs. “E vamos lançar e difundir o Guia de Segurança, disponível na internet, com dicas e orientações para o nosso visitante ter uma experiência segura na fronteira”, reportou.

O comissário de polícia em Ciudad del Este, Cesar Vargas, explanou sobre o plano especial de segurança na região do microcentro para a Black Friday. A Polícia Nacional aumentará o efetivo, inclusive do Grupo Lince, especializado no combate a “motochorros”, que são assaltantes em motos. E seguirá sendo coibida a prática de falsos “guias de compras”.

“Vamos atuar de forma coordenada com as forças de segurança por meio do Comando Tripartite. O consulado brasileiro irá atuar em conjunto com a Polícia Turística e a promotoria”, relatou. “E já tivemos confirmada a direção de inteligência, que irá monitorar possíveis ingressos e movimentação de criminosos”, elencou o comissário.

Black Friday

O grande número de visitantes no período vivencia a região trinacional por completo. Esse público injeta recursos em hospedagens, serviços de operadores turísticos, guias, restaurantes, bares, atrativos e no comércio em geral de Foz do Iguaçu, o que representa empregos e renda.

O coordenador da Black Friday de Ciudad del Este, Armando Ghazaoui, apresentou as novidades da feira de compras e se demonstrou satisfeito com as medidas de segurança. Ele pontuou que nessa edição do evento há uma forte parceria com empresas de Foz do Iguaçu, o que fortalece o turismo na região trinacional.

“Nosso esforço é para que Brasil e Paraguai atuem juntos para assegurar a segurança aos nossos visitantes”, salientou. “Aplicativos de reservas mostram hotéis em Foz do Iguaçu já com ocupação total nos dias do evento, um indicativo de que esse movimento beneficia toda a economia da fronteira. Por isso, queremos que a segurança comece em Foz do Iguaçu e siga em Ciudad del Este”, explicitou.

(Codetri)