12 de abril de 2024

Federação Espanhola de Futebol é alvo de investigação de corrupção



 A polícia espanhola revistou na quarta-feira (20) a sede da Federação Espanhola de Futebol (RFEF) em Madri como parte de uma investigação de corrupção, informou a promotoria.

A operação faz parte de uma investigação mais ampla de entidades não especificadas ligadas a suposta corrupção em negócios, gestão inadequada de ativos e lavagem de dinheiro, segundo a promotoria.

A polícia estava realizando um total de 11 buscas em locais não especificados em toda a Espanha.

Enquanto a Guarda Civil e agentes vasculhavam os escritórios da federação de futebol, a seleção espanhola treinava no campo ao lado. A equipe enfrenta a Colômbia na sexta-feira (22) em Londres e o Brasil na terça-feira (26) em dois amistosos.

Funcionários da RFEF foram impedidos de entrar no prédio. A mídia que estava lá para cobrir o treino e entrevistar os jogadores foi vigiada de perto enquanto a polícia realizava buscas que começaram às 9h30.

Uma fonte da RFEF disse à Reuters que a casa do ex-presidente Luis Rubiales, na Andaluzia, também estava sendo revistada.

Rubiales deixou o cargo no ano passado por causa de um beijo na boca da jogadora Jenni Hermoso durante as comemorações após a vitória da Espanha na Copa do Mundo feminina.

Rubiales não respondeu imediatamente a um pedido de comentário da Reuters.

* É proibida a reprodução deste conteúdo.