21 de fevereiro de 2024

Dreams Park Show está preparado para receber autistas

Dreams Park Show está preparado para receber autistas

O Complexo Dreams Park Show, em Foz do Iguaçu, está preparado para receber autistas.
A confirmação foi feita no último sábado (9) após a Organização Neurodiversa pelos Direitos das Pessoas Autistas (Onda) fazer uma vistoria em cada um dos cinco atrativos do parque (Museu de Cera, Maravilhas do Mundo, Vale dos Dinossauros, Bar de Gelo e Dreams Motor Show).
A visita foi feita pela advogada Aline Milanez, representante do Onda em Foz, e o filho dela, que tem o Transtorno do Espectro Autista (TEA) Joaquim Milanez.
“O parque seguiu todas as exigências previstas pela organização para conceder o selo de Empresa Amiga da Pessoa Autista”, disse Aline.

Gratuidade
O primeiro passo foi capacitar 100% da equipe que trabalha no parque para ter um “olhar” e um atendimento mais inclusivo às pessoas com (TEA), bem como entender dos direitos dos autistas. Entre eles, ter preferência no atendimento e entrada gratuita nos atrativos.

Desde o início da semana passada, o parque passou a ter uma comunicação interna voltada aos autistas e a disponibilizar equipamentos individuais que oferecem mais conforto durante a visita nos cinco atrativos. Sobretudo aos autistas com sensibilidade a ruídos.

Eles também serão identificados por meio de um cordão durante a visita. E a partir de agora o Dreams Park Show oferecerá gratuidade para os autistas.

Segundo Aline, a pessoa autista não tem cara. Por isso, é importante os atendentes solicitarem a Carteira da Pessoa Autista. “É também uma forma de incentivarmos todos autistas a terem suas carteirinhas. É de graça. Além de facilitar o dia a dia, auxilia o governo na elaboração de políticas públicas”.

Autismo
O autismo é resultado de alterações físicas e funcionais do cérebro e está relacionado ao desenvolvimento motor, da linguagem e comportamental. O TEA afeta adultos e crianças. E, graças ao avanço dos diagnósticos, o número de pessoas dentro do espectro aumentou consideravelmente. Nos Estados Unidos, a média é de uma para cada 36 pessoas.
Entre os sinais mais comuns do autista estão a dificuldade de comunicação e interação social, interesses restritos e comportamentos repetitivos. Incluindo também o contato visual direto.

Mais informações: www.dreamsparkshow.com.br