12 de julho de 2024

Darci Piana e presidente do Paraguai visitam Ponte da Integração, em Foz do Iguaçu

Governador em eercício Darci Piana visita obras de acesso a ponte de integração Brasil Paraguai Foto Gilson Abreu

O governador em exercício Darci Piana e o presidente do Paraguai, Santiago Peña, visitaram nesta quarta-feira (3) a Ponte da Integração Brasil-Paraguai, que fica na divisa entre Foz do Iguaçu, no Oeste do Paraná, e o município paraguaio de Presidente Franco.

Eles também acompanharam as obras viárias de acesso à estrutura que estão em andamento. Do lado brasileiro, está sendo construída a rodovia Perimetral Leste de Foz do Iguaçu, de 14,7 quilômetros. No lado paraguaio, está em construção um corredor metropolitano até a fronteira.

O projeto completo, que inclui a Ponte da Integração e os acessos viários dos dois países, tem como objetivo desviar o trânsito pesado de caminhões para a nova ponte, desafogando parte do fluxo da Ponte da Amizade, que liga Foz do Iguaçu a Ciudade del Este.

“São obras importantes que estão em andamento nas cabeceiras da ponte, nos dois lados, e que vão ter um grande impacto para os dois países assim que forem finalizadas. Esta ligação vai melhorar o transporte da produção dos dois países, fortalecendo a economia de todo o Paraná, especialmente da região Oeste”, afirmou Darci Piana.

Para o presidente do Paraguai, Santiago Peña, a obra também é fundamental para a economia e turismo da região. “São estruturas que vão muito importantes, que fortalecem a integração dos dois países”, disse.

Governador em eercício Darci Piana visita obras de acesso a ponte de integração Brasil Paraguai Foto Gilson Abreu

LIGAÇÃO – As obras na Ponte da Integração Brasil–Paraguai já estão finalizadas. O projeto é fruto de uma parceria entre o Governo do Estado, Governo Federal e a Itaipu Binacional. 

A estrutura tem 760 metros de comprimento, 19,2 metros de largura, com duas torres de sustentação de 124 metros de altura. O vão livre da estrutura, de 470 metros, é o maior da América Latina. A obra foi conduzida pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER-PR), com recursos da Itaipu, no montante total de R$ 238 milhões.

“Esta é uma obra estruturante para o Brasil. A fronteira com o Paraguai é a mais movimentada do País e esta ponte dá mais mobilidade a quem faz a travessia, que hoje está toda concentrada na Ponte da Amizade”, afirmou o secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

EVOLUÇÃO – As obras viárias de acesso à ponte estão em evolução nos dois países. No Paraná, a execução da Perimetral Leste chegou a 32,4%. Praticamente metade de toda a pavimentação entre a BR-277 e a ponte já foi realizada, assim como os trabalhos de terraplanagem.

Os trabalhos no momento se concentram na implantação de um dos novos viadutos e na ligação entre ele e a BR-277. Um outro viaduto no entroncamento com a BR-469 já está com a estrutura finalizada, com serviços sendo realizados para o remanejamento da rede adutora e a implementação do sistema de drenagem de águas e terraplanagem. Ao todo, serão seis passagens de nível.

A construção das estruturas das duas aduanas também está em execução, com mais de 26% das obras previstas já finalizadas. A previsão é que cada uma delas tenha 15 mil metros quadrados. 

Ao todo, o valor do investimento na Perimetral Leste e nas aduanas é de R$ 136 milhões, com previsão de entrega no segundo semestre de 2025.

Governador em eercício Darci Piana visita obras de acesso a ponte de integração Brasil Paraguai Foto Gilson Abreu

LADO PARAGUAIO – Em Presidente Franco, no Paraguai, os acessos viários preveem um trecho de vias urbanas e dois lotes de estradas rurais. Ao todo, serão investidos 212 milhões de dólares no trecho paraguaio.

A expectativa do governo paraguaio, segundo a ministra de Obras Públicas, Claudia Centurion, é que uma parte das obras sejam finalizadas até agosto, e o projeto completo seja totalmente executado até o segundo semestre de 2025.

PRESENÇAS – Também estiveram presentes na visita à Ponte da Integração o diretor-presidente da Invest Paraná, Eduardo Bekin, o deputado estadual Gugu Bueno e o conselheiro da Itaipu, Pánfilo Benítez.