12 de abril de 2024

Colômbia expulsa diplomatas argentinos após comentários de Milei



A Colômbia determinou a expulsão de diplomatas argentinos de sua embaixada no país andino, informou o Ministério das Relações Exteriores da Colômbia nessa quarta-feira (27), após comentários do presidente argentino, Javier Milei, sobre o presidente colombiano, Gustavo Petro.

Em entrevista recente ao canal de notícias CNN, Milei chamou Petro de “terrorista”, “assassino” e “comunista”.

“Os comentários do presidente argentino deterioraram a confiança de nossa nação, além de ofender a dignidade do presidente Petro, que foi eleito democraticamente”, disse o ministério em comunicado.

Em janeiro, a Colômbia chamou de volta seu embaixador na Argentina após comentários semelhantes de Milei.

Petro, o primeiro presidente de esquerda da Colômbia, é um ex-membro do movimento guerrilheiro M-19, há muito tempo desmobilizado.

O libertário Milei também atacou outros líderes regionais em trechos da entrevista, incluindo o mexicano Andrés Manuel López Obrador.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.