17 de abril de 2024

CCZ inicia nesta terça-feira (20) vacinação contra a raiva no formato casa a casa

CCZ inicia nesta terça-feira (20) vacinação contra a raiva no formato casa a casa

Neste primeiro momento, atendimentos acontecerão nos bairros Vila Borges, Jardim Itália e Morumbi, regiões que concentram o maior número de casos de raiva em morcegos

O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) de Foz do Iguaçu dará início, nesta terça-feira (20), a vacinação contra a raiva em cães e gatos no formato casa a casa, com atendimento na Vila Borges, Jardim Itália e parte do Morumbi, regiões que concentram o maior número de casos de raiva em morcegos. Os agentes atuarão das 8h30 às 13h30 por pelo menos três semanas nestes bairros.

A retomada da campanha de vacinação em um novo formato deve-se a baixa procura por parte da população. “Quando iniciamos a vacinação com pontos fixos nos bairros, em outubro do ano passado, nossa meta era atender cerca de 40 mil cães e gatos, mas até agora foram pouco mais de 19 mil doses aplicadas”, explica a supervisora técnica do CCZ, Renata Defante Lopes.

Mesmo com a vacinação mantida na sede do CCZ, no Jardim Ipê, a procura segue baixa, com cerca de 10 doses aplicadas por dia. “As equipes percorreram todas as regiões da cidade, foram mais de 60 pontos de atendimento itinerante, além dos trabalhos que se mantiveram na sede do CCZ. Temos um estoque de 20 mil doses para aplicação e optamos por este novo modelo, de casa em casa, para tentarmos atingir a meta”, reiterou Renata.

As regiões definidas pelo CCZ estão apontadas no Mapa de Calor com a maior concentração de morcegos com raiva. Em 2023, foram encontrados 40 animais com a doença e em 2024 já são 4 casos confirmados de raiva em morcegos.

Transmissão
Todos os mamíferos podem adquirir a raiva, mas dentro da área urbana, cães, gatos e seres humanos são os mais suscetíveis. A transmissão se dá quando o vírus da raiva existente na saliva do animal infectado penetra no organismo da vítima através da pele ou de mucosas, por meio de mordedura, arranhadura ou lambedura. Por esse motivo, a vacinação em cães e gatos é a maneira mais segura para prevenir a doença.

Chame o CCZ sempre que:

  • Encontrar um morcego dentro de casa, pousado em local baixo ou caído no chão.
  • Um cão ou gato tenha tido contato direto com morcego (brincou, caçou, mordeu, comeu, etc).
  • Um cão ou gato que esteja com o comportamento suspeito de raiva.
  • Telefones: 21058730 e 999974448.