18 de junho de 2024

Campanha do Estado chega a 13,2 mil toneladas de doações enviadas ao Rio Grande do Sul

A campanha de arrecadação de donativos organizada pelo Gabinete da Primeira-Dama e a Defesa Civil do Paraná em prol do Rio Grande do Sul alcançou a marca de 13,2 mil toneladas. Toda essa ajuda humanitária foi organizada com o apoio de voluntários e servidores do Estado e foi enviada ao estado gaúcho em 557 caminhões. Esse volume foi reunido nas sedes do Corpo de Bombeiros e demais instituições do Estado que participaram da campanha entre os dias 02 e 22 de maio. 

De acordo com um balanço divulgado nesta quinta-feira (23), foram pelo menos 3 mil toneladas de alimentos, 4 mil toneladas de fardos de água mineral e 4,7 mil toneladas de materiais de limpeza e higiene. Os outros itens arrecadados foram roupas, cobertores e ração. Eles foram distribuídos a 64 cidades que sofreram com os impactos severos das enchentes e que estão em estado de calamidade pública. 

Além disso, durante esse período de apoio foi sancionada a lei que criou a Rede Estadual de Ajuda Humanitária, a primeira do País com abrangência nacional, o que permitirá, daqui em diante, auxílio mais célere do Estado em situações extremas. Ela deverá promover ações de respostas rápidas e de caráter humanitário, tanto no Paraná, como em qualquer outro estado da Federação. Ela deve ser um caminho mais fácil para ações de caráter social, podendo contar inclusive com participação de organizações da sociedade civil na execução das medidas.

“Foram mais de 13 mil toneladas arrecadadas. A gente precisava ajudar de alguma forma. Decidimos começar a campanha SOS RS para que o Paraná inteiro se solidarizasse e ajudasse os irmãos gaúchos”, disse a primeira-dama Luciana Saito Massa.

“Os paranaenses foram muito solidários nessa campanha. Tudo foi encaminhado ao posto que estabelecemos em Santa Cruz do Sul (a cerca de 150 km de Porto Alegre) e distribuído aos municípios que estavam nessa área de abrangência”, complementou o coronel Fernando Schunig, coordenador da Defesa Civil.

AJUDA AO RS – Além da campanha, o Paraná organizou várias frentes de ajuda simultâneas do Rio Grande do Sul: forças policiais estão ajudando nos patrulhamentos, bombeiros estão trabalhando nos resgates, técnicos e caminhões do Instituto Água e Terra estão colaborando na limpeza e abastecimento, técnicos da Sanepar estão auxiliando na retomada do funcionamento das estações e caminhões do DER/PR estão colaborando com a desobstrução de rodovias estaduais e federais. O Estado também disponibilizou veterinários, bolsas de sangue e helicópteros ao estado.

RIO GRANDE DO SUL – De acordo com o balanço divulgado nesta quinta-feira (23) pela Defesa Civil gaúcha, são 468 municípios afetados, 65 mil pessoas em abrigos, 72 desaparecidos e 163 óbitos confirmados. Mais de 82 mil pessoas e 12 mil animais já foram resgatados.