16 de junho de 2024

Ataques de Israel no sul e centro de Gaza deixam pelo menos 20 mortos



 Mais de 20 habitantes de Gaza, incluindo três crianças, foram mortos nesta segunda-feira (3) de madrugada em Khan Younis, no sul e centro do enclave palestino, durante ataques aéreos israelenses.

Em Rumaydah, a leste da cidade de Khan Younis, pelo menos dez pessoas, incluindo três crianças, foram mortas e outras ficaram feridas, informaram fontes médicas de Gaza, em bombardeios de Israel contra duas casas.

Mais dois cidadãos palestinos foram mortos em ataques israelenses contra uma casa pertencente à família Abu Jater, também em Khan Younis, segundo a agência de notícias palestina Wafa, que também relatou uma ofensiva militar perto de um hospital da mesma área.

As mortes ocorrem poucas horas depois de dez civis terem sido mortos em ataque da aviação de guerra israelense contra duas casas situadas nos campos de refugiados de Bureij e Nuseirat, no centro de Gaza, disseram fontes locais à agência Wafa.

Enquanto Israel prossegue a ofensiva terrestre em Rafah, a situação continua a se agravar para os moradores do enclave.

As Nações Unidas disseram nesse domingo que 36 abrigos em Rafah estão vazios, depois de cerca de 1,7 milhão de pessoas terem sido deslocadas à força para Khan Younis e para as regiões centrais de Gaza.

“O espaço humanitário continua a diminuir”, denunciou a ONU que voltou a apelar a um cessar-fogo imediato, após quase oito meses de ataques e bombardeios israelenses, em que mais de 36 mil habitantes de Gaza foram mortos, segundo o Ministério da Saúde controlado pelo Hamas.

*É proibida a reprodução deste conteúdo.