21 de fevereiro de 2024

Ano Legislativo começa oficialmente na Câmara de Foz 

Ano Legislativo começa oficialmente na Câmara de Foz e cobranças sobre transporte e saúde pautam discussões

A 1ª sessão ordinária de 2023 começou com uma cerimônia de abertura da 3ª sessão Legislativa da 18ª Legislatura, com a nova mesa diretora eleita para o biênio 2023-2024 já na condução dos trabalhos. Na primeira sessão, a novidade trazida pela Câmara foi intérprete de libras presencialmente no plenário.

Foto: Christian Rizzi – Câmara Foz

Representando o Executivo na Casa de Leis, Tenente-coronel Jahnke, secretário de segurança, “o trabalho de um vereador é fundamental, mas uma Câmara precisa estar sempre unida e cumprindo seu papel institucional. Em nome do prefeito, parabenizo a todos e desejo que a este ano seja muito abençoado e de muito trabalho, pensando em um bem só que o município de Foz do Iguaçu.”.

O presidente da Casa, vereador João Morales (União) afirmou: “Esse papel de vereador, da mesa, deve ser exercido com maestria, como se a gente tivesse olhando todos os dias para nossos filhos, esposa, mãe, assim que devemos enxergar a população, como alguém próximo, assim podemos construir um mundo e uma sociedade diferente. Precisamos é de seriedade e compromisso com a população”.

A solenidade contou com a participação do Bispo Dom Sérgio de Deus, que deu uma benção, celebrando o início dos trabalhos e destacou a presença de representantes das religiões de matriz africana no plenário. “Hoje celebramos na tradição das religiões de matriz africana o Dia de Iemanjá”. Em seguida, ele deu uma benção e afirmou que “só quem conhece a Deus, conhece a realidade”.

Transporte de passageiros no aeroporto

Dentre os assuntos discutidos na sessão de hoje, um requerimento (19/2023) do vereador Alex Meyer (PP), cobra informações ao Foztrans e Polícia Rodoviária Federal (PRF) sobre a fiscalização de veículos que embarcam passageiros no aeroporto de Foz. Os questionamentos giram em torno se foi firmado acordo com PRF para efetuar fiscalizações nos veículos cadastrados no aplicativo; se existe fiscalização para prevenir a prática nos arredores do aeroporto e de pontos turísticos do município.

“Esse requerimento foi feito e algumas atitudes até já foram tomadas. Mas, nós temos muitos amigos do turismo, dos táxis, do transporte por aplicativos e temos tido uma dificuldade com a questão do aeroporto. As pessoas estão chegando em Foz e sendo abordadas por pessoas que se dizem motoristas por aplicativo e isso tem causado transtorno. Queremos saber se há tratativa com Foztrans para saber se eles podem estar na região. Não sei há quanto tempo está parado esse convênio entre os órgãos”.

“Acho que precisamos ampliar o debate, porque precisamos chamar os órgãos de segurança para o diálogo porque além disso lesar contribuintes, também há riscos para turistas que vêm à cidade”, ponderou o presidente da Casa, vereador João Morales (União). O requerimento foi aprovado e encaminhado para autoridades competentes, das quais fica aguardando retorno oficial”.

Contrato área da saúde

Um requerimento (25/2023), do vereador Marcio Rosa (PSD), cobrando informações sobre um contrato da área de saúde também foi discutido. Ele pede explicações da Fundação Municipal de Saúde de Foz do Iguaçu referentes aos contratos firmados com a empresa Foz Med Clínica e Serviços Médicos LTDA.

“Esse questionamento partiu de uma denúncia de munícipe e estamos solicitando documentos para avaliar o que realmente foi pago neste documento, quais foram os serviços prestados pela empresa de fato”, pontuou o vereador Marcio Rosa. O requerimento também foi aprovado pelos pares e aguarda resposta oficial.