25 de fevereiro de 2024

Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu apreendeu R$ 7,2 milhões em empresas transportadoras, E-commerce e Remessas Postais

No último semestre, a Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu, em parceria com outras unidades da Receita Federal, apreendeu R$ 7,2 milhões em empresas transportadoras, E-commerce e Remessas Postais

A Alfândega da Receita Federal em Foz do Iguaçu realizou, no último semestre, 40 operações nas cidades de Foz do Iguaçu, Medianeira, Matelândia, Céu Azul, Umuarama e Londrina, envolvendo empresas transportadoras, E-commerce e Remessas Postais. Essas operações resultaram na apreensão de 12.408 volumes de mercadorias contrabandeadas e descaminhadas, totalizando um valor de R$ 7.260.577,08.

Dentre as mercadorias ilegais, os maiores volumes foram de celulares, além de anabolizantes, medicamentos, Minoxidil, insumos cirúrgicos, cigarros eletrônicos e suas essências, tabaco para narguilé, perfumes, cosméticos, smartphones, tablets e acessórios, vinhos, eletrônicos, equipamentos de informática, receptores de sinal de TV, suplementos, agulhas para tatuagem, equipamentos de pesca, toners e tintas para impressoras, itens de vestuário esportivo, peças automotivas, brinquedos, equipamentos fotográficos, drogas e outras mercadorias. Com base nos valores das mercadorias apreendidas, o governo poderia construir aproximadamente 96 casas de 40 m² do programa Minha Casa, Minha Vida, cada uma no valor de R$ 75 mil.

As operações realizadas pela Receita Federal demonstram o empenho da instituição em combater de maneira contínua os crimes de contrabando, descaminho, tráfico de drogas, armas e munições praticados por esse modus operandi, garantindo a integridade do comércio legal e a proteção dos interesses nacionais.

A atuação firme e constante da Receita Federal tem se mostrado fundamental na luta contra o contrabando e a sonegação fiscal, protegendo a economia do país, a saúde e a segurança dos cidadãos, cumprindo sua missão institucional.