16 de junho de 2024

Agência meteorológica da ONU prevê temporada de furacões ativos



A Organização Meteorológica Mundial (OMM) disse, nesta sexta-feira (24), que prevê uma temporada de furacões altamente ativa e destacou a necessidade de alertas antecipados para salvar vidas.

“O alto calor nos oceanos e o desenvolvimento antecipado do evento La Niña devem alimentar uma temporada de furacões muito, muito, muito ativa este ano”, afirmou Clare Nullis, porta-voz da OMM, em reunião em Genebra.

“Basta um furacão que atinja a costa para atrasar anos e anos de desenvolvimento socioeconômico.”

A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA) previu um intervalo de 17 a 25 tempestades. A média é de 14. Dessas tempestades, a previsão é de que oito a 13 se tornem furacões.

A temporada de furacões no Atlântico, que vai de junho a novembro, registrou atividade acima da média por oito anos consecutivos, lembrou a OMM.

“Os avisos antecipados ajudaram a salvar vidas”, disse Nullis.

“Eles realmente reduziram drasticamente o número de mortos, mas mesmo assim os pequenos Estados insulares em desenvolvimento do Caribe sofrem desproporcionalmente tanto em termos de perdas econômicas quanto de perdas de vidas.”

*É proibida a reprodução deste conteúdo.