21 de fevereiro de 2024

“A indústria náutica brasileira é uma das melhores do mundo”, diz Ministro do Turismo na abertura do Foz Internacional Boat Show

"A indústria náutica brasileira é uma das melhores do mundo", diz Ministro do Turismo na abertura do Foz Internacional Boat Show

Ministro do Turismo Celso Sabino destacou na tarde de hoje (23), na solenidade de abertura do Foz Internacional Boat Show, que o turismo náutico é um dos pontos fortes do Brasil, que movimenta a economia e gera empregos, além de enfatizar a qualidade da indústria náutica brasileira. “Se tiver a oportunidade de comprar um barco, procure um estaleiro brasileiro. A indústria náutica daqui é uma das melhores do mundo”, destacou Sabino.

“A realização deste evento marca a história: o primeiro boat show internacional de Foz trazendo estaleiros brasileiros, consumidores, envolve o turismo náutico, que é um dos pontos fortes do Brasil, e é um atrativo para trazer mais brasileiros a usufruírem o turismo do país, bem como, para atrair estrangeiros”, disse o ministro. Sobre as iniciativas relacionadas ao turismo, destacou que há dois dias anunciou a liberação de meio bilhão de reais para o Fungetur, fundo que financia empreendimentos turísticos no país com juros de 8% ao ano e carência de até 5 anos para pagar, com o objetivo de estimular o setor.

“A Boat Show Eventos cumpre seu papel em movimentar o mercado náutico no país e, agora, também em Foz do Iguaçu. Queremos trazer um novo olhar para esta região com a náutica, para esta cidade que já é um dos destinos turísticos mais visitados do país e tem tanto potencial a ser explorado pelas águas. Sou apoiador e amante da náutica porque o setor movimenta de forma significativa a economia e gera muitos empregos, não tem robôs”, destacou o presidente do Grupo Náutica/ Boat Show eventos, Ernani Paciornik, emocionado, por sediar o evento no Paraná, sua terra natal.

“Estamos construindo aqui o que há de mais moderno no mundo que é o turismo responsável. E quem usa, cuida”, destacou o Secretário de Turismo do Paraná, Marcio Nunes. Já o prefeito de Foz do Iguaçu, Chico Brasileiro, reforçou a importância da sintonia das instituições, poder público e privado, que induzem o desenvolvimento do turismo náutico. “Um novo ciclo de exploração sadia inicia por meio do turismo náutico, que torna a nossa região cada vez mais reconhecida. Sucesso ao boat show, que marca a história da cidade”, afirmou.

“Vamos chamar de ano zero. A partir daqui começar, com todas as forças possíveis, uma política de desenvolvimento de Foz do Iguaçu e região”, reforçou o diretor geral brasileiro da Itaipu Binacional, Enio Verri.

O Paraná é o segundo estado em número de barcos registrados no país, com mais de 70 mil unidades e Foz do Iguaçu é o segundo destino turístico mais visitado no Brasil. Além disso, já que a movimentação turística influencia diretamente no lazer náutico, o setor de viagens, segundo o Ministério do do Turismo, atravessa o melhor ano da história e deve fechar o ano com 106 milhões de viagens aéreas, além da ampliação da malha aérea interna com mais de 90 novos vôos regionais o que permite o acesso facilitado a regiões com alto potencial náutico.

SERVIÇO
Quando: De 23 a 26 de novembro de 2023
Onde: Iate Clube Lago de Itaipu (R. Inacio Reuter Sottomaior, 1020, Jardim Porto Dourado, Foz do Iguaçu – PR)
Horário: 16h às 22h
Ingressos: https://www.sympla.com.br/evento/foz-internacional-boat-show-2023/2224738?d=TR%C3%8DPLICE&referrer=fozboatshow.com.br

Sobre o Grupo Náutica
Com mais de 40 anos de mercado, o Grupo Náutica traz soluções em infraestrutura, eventos e comunicação náutica. É formado pela Revista Náutica (https://www.nautica.com.br), pioneira e líder absoluta no setor; o Boat Show, mais importante salão náutico da América Latina com as edições de São Paulo, Itajaí, Rio de Janeiro e, agora, Foz do Iguaçu; a Metalu, maior fabricante de píeres e passarelas em alumínio do mundo. O grupo também se preocupa com as questões sociais e é detentora das ações “Só Jogue na Água o que Peixe pode Comer”, assinada pelo cartunista Ziraldo, e “Por Uma Cidade Navegável”, que busca a navegação em lugares inimagináveis, assim como desenvolve os principais Guias de Turismo Náutico do país.